sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Cid Gomes elogia Eduardo Campos e lamenta morte do presidenciável

fonte:http://g1.globo.com/ceara/eleicoes/2014/noticia/2014/08/cid-gomes-elogia-eduardo-campos-e-lamenta-morte-do-presidenciavel.html
O governador do Ceará, Cid Gomes, ex-partidário de Eduardo Campos, lamentou nesta quarta-feira (13) a morte do candidato à Presidência da República em um acidente de avião em Santos, em São Paulo. Cid destacou também a relação familiar de Eduardo Campos com o Cariri cearense.
"Quero manifestar meu profundo pesar pela morte de um brasileiro que estava em uma missão, concorria à Presidência, e que teve comigo uma convivência muito próxima. Pertencíamos ao mesmo partido durante boa parte e como governadores tivemos um sem número de agendas, de encontros em que procurávamos dar organicidade e consistência a muitas das demandas que são comuns [aos estados do CE e PE]", disse o governador.
Cid Gomes destacou ainda que Campos tinha relação com a região do Cariri cearense, onde o avô do presidenciável, Miguel Arrais, viveu. "Todos os seus parentes, e a gente sabe que ele tem ancestralidade no Cariri, neto que é de Miguel Arraes, devem se orgulhar muito. Essa é uma hora doída, difícil, mas o tempo eternizará, cuidará de dar o devido reconhecimento e render as homenagens que o Eduardo merece", afirmou.
Cid Gomes esteve nesta quarta-feira em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, para a inauguração da central de serviços da Secretaria da Justiça. Cid Gomes foi do mesmo partido de Campos até setembro de 2013, quando se filiou ao PROS para manter apoio a Dilma, enquanto Eduardo lançava candidatura própria pelo PSB.
"Essa divergência sempre foi muita clara, sempre tive diálogo aberto com ele. Não terá sido uma divergência de uma quadra que me fará deixar de ter minha opinião sobre o Eduardo. Foi um grande governador, foi uma candidatura que contribuía para estimular o debate", disse Eduardo Gomes. "Nosso último contato foi em uma reunião do PSB, que definiu os novos rumos do partido que acabaram levando a uma candidatura própria dele. Naquela reunião eu me posicionei de forma diferente", relatou o governador cearense.
Postar um comentário