quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Jornalista e professora Adisia Sá é a nova Presidente da Associação Cearense de Imprensa.....no Século XXI

A jovem senhora, Professora e Jornalista ADISIA SÁ, é a nova Presidente da Associação Cearense de Imprensa,ovacionada pela entidade que é não é sindical,mas congregadora de todos os que fazem ou já fizeram ou colaboram nas mídias impressas e eletrônica, um dos seus  ambiciosos projeto ao receber a ACI,do ex-presidente Nilton Almeida , é a reformulação dos estatutos da entidade,trazer mais sócios, e digitalizar a Biblioteca,criar no  Terraço um Café Cultural,para o lançamento de livros e eventos, enfim colocar uma nova identidade na ACI.Ao tomar posse, a professora ADÍSIA SÁ, citou o livro de Geraldo Nobre, que fez uma obra sobre os 50 anos da ACI, e naquele  livro em 1954, a jovem jornalista Adísia Sá ingressava nos quadros sociais da ACI, e fechou seu brilhante discurso dizendo uma frase lapidar de uma entrevista concedida ao estudante de jornalismo: " Se eu não fosse jornalista,seria INFELIZ". Além dos associados e convidados,muitas autoridades do Município , o Prefeito Roberto Claudio, o Secretário de Sáude, Ciro Gomes, o Presidente da Câmara, outras como o Meretissimo Juiz, Aluisio do Amaral Junior, e os sócios que com mais de vinte anos de associados até os sessenta de Casa do Jornalista,receberam chevrons entre os quais Alaércio Flor, redator do ALAERCIO FLOR, UM DIÁRIO...o que agradeço aos meus pares e amigos que se confrtaernizaram comigo e com os demais confrades aceianos.Foi uma noite memorável,lembrando que a ACI está no facebook e noutras mídias sociais, e a Biblioteca será entregue à comunidade e pesquisadores até o final do ano, e como também será criado o Museu da Imprensa ,no Ceará. Para o sócio e membro efetivo da casa,o radilista e produtor executivo, ex-reporter da Universitária e Sociólogo Alaércio Flor, com aSra.Adisia Sá, a nossa egrégia ACI além de capitalizar perante o Estado e as demais instituições culturais mais antigas do Ceará, capitalizou em mais de mil por cento sua moral de influir cultural e politicamente no atual cenário que exige mudanças e também novas posturas da ACI, com tantas manifestações ocorrendo no Brasil, a nossa ACI entra finalmente no século XXI com uma mulher brava,corajosa e muito inteligente, que tem visão sábia de futuro no momento que a entidade celebra 88 anos, em data recente 14 de Julho ,com Liberdade Igualdade e Fraternidade.
Postar um comentário