sábado, 17 de novembro de 2012

POEMA Uma Chama ao Vento por Alaércio Flor

     
UMA  CHAMA AO VENTO.....
por

Alaércio Flor      para Gesumira Pedroza( Míran)

Uma chama ao vento de amor é que tu  ora me és
Um vento leve,suave e que ora me chama ...
A ser esta chama porque tu assim me amas
Logo sou eu esta chama tua ao  teu vento nuas.

Uma chama de amor casto,um vento frágil...
Tem tanta fragilidade que há numa pétala
Com toda a férula de Prometeu no sopro..

Eu o que sou pata Ti ai,agora, u"a chama
E quando tu me chamas vem o poema
Revelar que o vento leva-me em chama

Chama-me  e  eu a ti venho, a ti em chamas
Com toda força que te vento  me evocas:
Uma\ chama  de amor ao vento apenas teu.....
Postar um comentário