sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Deputado João Paulo Cunha, do PT, condenado pelo mensalão, quebra silêncio: STF é uma farsa.

Embora ,ainda não esteja preso, o Deputado Federal do PT, João Paulo Cunha, quebra silência, vai à Tribuna num discurso melancólico de despedida,tecendo comentários aos atos julgados pelo STF, como "uma farsa" (sic). João Paulo Cunha se havia mantido calado, mas ao ver que os campanheiros do PT estão mesmo indo para a execução penal, dá seu adeus que é uma vergonha para o Partido dos Trabalhadores que desqualificam o julgamento na mais alta corte judicante do Brasil que lhes é desfavorável,esquecendo de dizer que os magistrados em sua maioria do atual Supremo Tribunal Federal foram indicados pelo PT e...aloprados.João Paulo Cunha já exerceu a presidencia da Câmara Federal, e agora vai para o ostracismo,apostando no indulto, se a Presidenta Dilma Rousseff for reeleita em 2014.Já o delatou do mensalão, réu confesso, peleja com seus advogados por uma prisão domiciliar, o ex-deputado Roberto Jefersson.Este assumiu o crime de corrupção, os demais condenados negam categoricamente como João Paulo Cunha,Jose Genoíno e José Dirceu. Os autos e as sentenças transitadas,julgadas e publicadas dizem o contrário.Em 2014, esaremos assistindo o mensalão do PSDB, que compromete a candidatura do Senador Aécio Neves,neto do Presidente eleito e não empossado Tancredo Neves.
Postar um comentário