sábado, 31 de dezembro de 2011

Uma Crónica para o ùltimo Dia de 2011....por Alaércio Flor

Mais um ano finda....365 dias,  365 vezes 24 horas, doze meses que se foram ...e que voltam em 2012 de forma bissexta porque fevereiro terá 29 dias e há pessoas que nasceram num ano assim como a economiária Ivonete Aragão, que comemora aniversário de quatro em quatro anos...
E o novo ano, no modo antigo de dizer, chega cheio de esperanças e paz,prosperidade e alegrias....pórque terá um dia a mais..
Quantos ficaram para  trás e não verão o sol nascer em 2012....Muitos partiram para sempre sem deixar saudades, e, já aqueles muitos queridos deixam um vazio imenso que se preenche com as boas e doces lembranças....
Entre os que partiram para o reino da eternidade estão minha amada Mãe, Dona Maria Bio, como era mais conhecida pelo povo da redondeza onde morou,no Demócrito Rocha...A Silvinha,professora de Português cuja alma era a propria pessoa em bondade e de quem tenho delicadas e ternas lembranças.
Foi-se tudo de bom que eu tinha,minha Mãe, que nada ficou senão a vontade lassa de viver cada dia como
se fosse meu último dia...E quem sabe este não é o meu último dia,também???
Finda mais um ano e ,ainda, não fiz o balanço total de mim.Espero que o passivo seja igual ao ativo e que as contas possam fechar..
Quase perdo a Fé, a Esperança e o Amor...senão as  perdi é porque vi pessoas bem mais fortes que me animaram a manter a Luz da fé, da esperança e do amor acesas com uma gotícula de óleo do bom exemplo.
A vida é sonho e milagre ao mesmo tempo...Saber viver é um arte que se aprende vivendo. Vivi mais do que imaginava poder, chego perto de meio século faltando-me apenas 366 dias que hei de beber como quem sorve a última taça de vinho....Não estou otimista ,nem pessimista.Há uma crise geral rondando o mundo e o Brasil não está isento do caos....Pobres clamam por alimentos e dignidade e os poucos ricos morrem de depressão em suas opulencias,sem dividir com quem precisa um pedaço de pão...Faltam muitos São Franciscos no mundo e Santa Clara de Assis, que optaram pelos mais pobres,os desprovidos de tudo,tanto do material como do espiritual...O mundo vaga, e nós os habitantes da Nave Terra giramos em torno dos nossos  umbigos achando que somos o centro de Universo..Que ledo engano, não somos nada e nos achamos mais importantes que a Rainha da Inglaterra ou o Presidente dos Estados Unidos.Somos todos iguais, reis ou mendigos,pobres ou ricos, e apenas a solidariedade e luta por justiça, igualdade e fraternidade é que há de nos tornar melhores...Que 2012 seja um ano de fraternidade, de igualdade e de Liberdade.Saúde e Paz a todos que fazem a raça humana, porque o resto a gente faz(.ALAERCIO FLOR)
Postar um comentário