sábado, 19 de novembro de 2011

Amanhã, Dia da Cosnciência Negra , dia da morte do líder negro Zumbi

Os negros no Brasil,hoje, são maioria porque há um orgulho em se dizer negro...Interessante, que se diz isso no momento em que os Estados Unidos tem um presidente negro, um afro-estudunidense e não pelo fato de o Brasil ter um povo cuja formação um dos elementos que mais colaborou com o trablaho escravo foram os negros que eram bens de produção até em que foi abolido o trabalho esscravo em 13 de maio de 1888,o último país do mundo a fazer tal gesto de nobreza mais por pressão politica do que  por obra de caridade e compaixão.
E em face de um história de violência mal contada tanto por negros como por brancos, que agora,sabem oficialmente que são minorias no Brasil, um país pardo e negro, estaria até na hora de se colocar um tarja negra atravessando a Bandeira do Brasil...
O dia da consciencia negra tem que lembrar que não é a cor que faz o cidadão ser ético e sério, há tantos brancos como tantos negros safados e sem regra social de boa conduta.Isso do poder negro se colocar como vítima não é o foco.Eram os negros da África que capturavam e vendiam aos portugueses outros negros que vinham ao Brasil em navios chamados TUMBEIROS...pois eram tumbas flutuantes.
E os que sobreviviam foram os escravos que por quase tres séculos fizeram o Brasil ser um nação e quando foram alforriados não receberam a indenização devida por tanto trabalho que produziu a riqueza nacional,pois é o trabalho que gera ricos e pobres, que ficam com a menor parte hoje,um salário mínimo que é a novo forma de escrvaidão.Os focos das lutas de negros e brancos deve ser contra os bancos e os donos do sistema que explora a todos independentemente  da cor da epiderme.
Postar um comentário