segunda-feira, 12 de maio de 2008

Falando de tudo ...Por que falando de tudo?

Na verdade, falando de tudo é uma ironia machadiana. Longe de mim falar de tudo. Não sou nem onisciente ou onipotente.
O máximo que vou conseguir é dizer que a vida é bela, que hoje eu não cometi suicídio e que ainda estou vivo pra desespero dos meus desafetos...
No Brasil, nos últimos vinte anos foram realizados quatro milhões de abortamentos e nenhuma das mulheres que abortaram estão presas ou respondendo processos. O bom de ser lésbica é que nem deseja ser mãe nem vai cometer aborto jamais... depois eu volto!
Postar um comentário